Aldeia das Dez

Estórias e Factos

Voltar | Localização | Produtos | Estórias e Factos | Território | Natureza | Património | História

 

Aldeia das Dez

A origem do nome
No “Cadastro da população do Reino (1527)” consta no termo da vila de Avô a existência do então denominado lugar dalldea onde viviam 49 moradores.
Terá sido entre o séc. XVI e os séculos mais recentes que “das Dez” foi acrescentado ao nome da povoação, não se tendo prova documentada do motivo. Entre as várias hipóteses parece ser plausível a sua evolução a partir de “Aldeia dos Diez” com base no apelido (Diez = Dias) usual na região à época do seu povoamento.

Origem do nome, segundo a lenda
A origem do nome da aldeia de acordo com a lenda, conta que no tempo da reconquista, dez mulheres terão encontrado um tesouro numa caverna do monte Colcurinho. De que tesouro se tratava, nada se sabe. Talvez fosse algo imaterial. As dez mulheres terão dividido entre si o tesouro, sob compromisso de não o revelarem. Segredo que tem passado de geração para geração.

A indústria dos fósforos
Com o início da indústria dos fósforos em Portugal na década de 1860, Aldeia das Dez assumiu um papel de relevo. Em 1890 existiam na aldeia duas ou três fábricas - “Serra da Estrela”, “Francisco Antunes do Amaral” - que ocupavam cerca de 50 operários. O monopólio que veio a ser estabelecido em 1895 em favor da Companhia Portuguesa de Fósforos, liquidou esta actividade na aldeia. Uma das fábricas foi reconvertida em fábrica de lanifícios, que também produziu cobertores. Ainda subsiste o edifício (séc. XIX) dessa unidade, convertida em habitação particular, não visitável.

Rua dos Entalhadores
Em Aldeia das Dez ainda existe esta rua, por ter sido terra de entalhadores dotados de grande qualidade artística. No altar-mor da Igreja Matriz da Aldeia do Xisto da Benfeita encontramos um trabalho do entalhador José Tavares, de Aldeia das Dez, correspondendo a um original setecentista.
Aqui, na Igreja matriz, o mesmo entalhador, executou uma tribuna que é uma peça notável do seu ofício. A pintura da peça apenas utilizou óleo, para que a tinta não escondesse os pormenores do trabalho.
Na aldeia também ainda existe a Rua dos Douradores

Acidente aéreo
No dia 15 de Abril de 1953 despenhou-se um caça da Força Aérea Portuguesa em Aldeia das Dez. Era a segunda vez, em poucos dias, que o piloto efectuava exercícios aéreos sobre a aldeia. Nas manobras acrobáticas que naquele dia estava a executar, algo correu mal. O caça embateu numa árvore, depois numa casa e despenhou-se junto à aldeia. O piloto teve morte imediata. O seu nome era Alfredo José. E era natural de Aldeia das Dez.

Factos

  • Habitantes permanentes: mais de 100
  • Nome dos habitantes: aldeenses
  • Padroeiro: São Bartolomeu
  • Ex libris: conjunto notável de património religioso; deslumbrantes vistas sobre a paisagem

Festividades

  • Julho: Festa de Nossa Senhora das Preces
  • Outubro: Festa da Castanha (em 2013 realizou-se a 12ª edição)

Onde comer

João Brandão
João Brandão
Descubra & Reserve de acordo com as suas preferências. Largo Terreiro Fundo do Lugar 3400-229 Aldeia das Dez.

Onde dormir

Hoteis em Aldeia das Dez. Reserve o seu Hotel!
Hoteis em Aldeia das Dez. Reserve o seu Hotel!
Os melhores Hoteis e Alojamentos disponiveis perto de Aldeia das Dez. Sem Taxas de Reserva. Garantia de Melhor Preço. Reserva Segura. Confirmação imediata.